China: pandas aterrorizados sobem às árvores para escapar ao terramoto

China: pandas aterrorizados sobem às árvores para escapar ao terramoto

Não foram só as pessoas que ficaram aterrorizadas com o terramoto de magnitude de 6,6 que se fez sentir em Sichuan, no sudoeste da China, no passado sábado – os pandas gigantes da reserva de Bifengxia também foram abalados. Mas sobreviveram.

Apesar de estarem a 50 Km do epicentro do terramoto, os animais entraram em pânico assim que a terra começou a tremer. A equipa do centro viu 62 pandas a subirem o mais alto possível às árvores, recusando-se a descer nas longas horas seguintes à tragédia.

Nenhum dos animais ficou ferido. E, muito mais tarde, acabaram por conseguir ser atraídos de volta para baixo, cedendo à oferta de água e comida.

Para além do terramoto destruidor, às 08h02 locais, fizeram-se sentir mais de 1.300 réplicas do abalo, o que fez aumentar os temores a respeito de deslizamentos de terras e mais mortes.

Longas filas de trânsito tomaram conta da região, na tentativa de prestar socorro às áreas mais remotas. Segundo os média estatais, 207 pessoas estão mortas ou desaparecidas e 11.500 ficaram feridas – 960 delas em estado grave.

Os albergues de pandas de Sichuan acolhem mais de 30% de todos os pandas do mundo, animais que continuam a ser apontados como altamente ameaçados.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php