Levi’s: o orgulho de ter uns jeans feitos de lixo

Levi’s: o orgulho de ter uns jeans feitos de lixo

A marca norte-americana Levi’s, através da sua colecção Waste<Less, diz com orgulho: “estes jeans são feitos de lixo” – e este é o melhor elogio que lhe podemos fazer. Trata-se de mais uma tentativa da marca pela redução e reaproveitamento de resíduos, neste caso de plástico usado.

O consumo mundial de água engarrafada é superior a 29 litros por pessoa por ano, enquanto as taxas de reciclagem das embalagens são muito baixas – 29% nos Estados Unidos e 51% na Europa. A resposta da Levi’s a este problema é a criação de peças de vestuário que incluem cada uma, pelo menos, 20% de material reciclado na sua composição. Isto equivale a oito garrafas de 1,5 litros por par de jeans.

As garrafas de plástico e os tabuleiros usados são recolhidos por municípios, limpos, classificados por cor, triturados e transformados em fibra de poliéster. Esta é misturada com a fibra de algodão que é depois tecida com fios de algodão tradicional, criando então o têxtil.

A aparência final deste produto não difere muito do têxtil de jeans tradicional, para além da tonalidade, que varia consoante a cor do plástico usado – castanho, verde ou transparente.

A empresa vai usar nesta colecção 3,6 milhões de garrafas e tabuleiros, de modo a produzir 300 mil peças de roupa para a Primavera de 2013. Tratam-se de resíduos que, de outra forma, acabariam em aterros sanitários ou em incineradoras.

A empresa abriu recentemente um novo laboratório de inovação a dois quarteirões da sua sede em São Francisco, na Califórnia, o que vai permitir criar os artigos muito mais perto de casa e simultaneamente inová-los do ponto de vista da sustentabilidade ambiental.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php