O sucesso dos quadros-vivos de Campo de Ourique (com VÍDEO)

No ano passado, o Natal de muitos portugueses ganhou um outro colorido. Em tons de verde, na verdade. O mérito é de Dário Nemésio, que está a passar a sua paixão por plantas aromáticas e ornamentais aos cidadãos comuns – e a levá-los a olharem de outra forma para a jardinagem e horticultura.

“Proponho que as pessoas utilizem as plantas vivas, seja para utilizarem em casa ou oferta”, explica Dário ao Economia Verde. Para chegar mais facilmente aos consumidores, o empresário criou a marca O Meu Amor é Verde, que já tem uma loja em Lisboa e continua a expandir a sua estufa em Torres Vedras, de onde Dário é natural e onde o sonho começou.

Num terreno herdado, o empresário começou a desenvolver a sua colecção de plantas – afinal, ele foi formador na área durante uma década. Depois, Dário começou a vender estas “plantas vivas” em mercados e feiras, até abrir a primeira loja O Meu Amor é Verde em Campo de Ourique.

Hoje, a marca vende plantas aromáticas e ornamentais, organiza workshops que esgotam e saboreia o seu primeiro grande sucesso: os chamados quadros vivos – um mini-jardim vertical que pode ser colocado dentro de casa, com diferentes espécies de plantas, cores e formas. É aqui que O Meu Amor é Verde chega à decoração.

Veja o Economia Verde nº 46.

 

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php