Salgueirinhos: os biscoitos de aldeia que querem conquistar Portugal (com FOTOS)

Salgueirinhos: os biscoitos de aldeia que querem conquistar Portugal (com FOTOS)

Caro leitor: se nos acompanha desde a primeira hora sabe que temos um especial fascínio pelo empreendedorismo no interior do País, a economia local e tudo o que é tradicional.

Os Salgueirinhos, biscoitos feitos na pequena aldeia de Salgueiro de Campo, nos arredores de Castelo Branco, Portugal, têm isto tudo. Há 23 anos que a Padaria do Salgueiro, nesta aldeia, transforma locais em pão e bolos tradicionais, mas apenas alguns tinham acesso a eles.

É aqui que entra Teresa Preta, uma tradutora audiovisual que queria implementar algo na Padaria do pai. “A combinação de produtos locais de elevada qualidade e muita dedicação na procura dos melhores sabores de antigamente juntou um toque de inovação e criou esta linha de produtos”, explicou a responsável ao Green Savers.

Os Salgueirinhos tornaram-se marca registada em Dezembro passado, por alturas do Natal, mas o seu lançamento tem uma história de regresso às origens por trás.

Em 2012, durante o programa Academia PME, do IAPMEI – promovido pela Profiforma em parceria com o Inovcluster Castelo Branco -, Teresa foi incentivada a apostar numa linha de produtos diferentes, que “saíssem fora da caixa” e fossem direccionados para outro mercado que não o local.

O objectivo era fazer chegar a qualidade dos produtos típicos de Salgueiro do Campo a outros clientes que não os típicos, das regiões de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Fundão, Covilhã e Guarda.

“Decidimos direccionar‐nos para os segmentos das lojas gourmet, lojas de produtos regionais e plataformas online de produtos portugueses”, explicou a responsável ao Green Savers. “[Assim], os nossos clientes serão apreciadores de produtos da terra, de qualidade, do design da embalagem, turistas que visitam Portugal, emigrantes (mercado da saudade) e, em última instância, estrangeiros. Também não descartamos a internacionalização, ainda que este não seja o nosso objectivo a curto prazo”.

Os Salgueirinhos têm por base receitas típicas de bolinhos das gentes da Beira‐Baixa, às quais foram adicionadas, de forma original (formato mini), um toque “requintado de sabor”.

“Redimensionámos as tradicionais Broas de Mel, as Broas de Canela e Erva‐Doce e os Borrachões para um formato mini, movidos pelo nosso desejo de proporcionar prazeres intensos de tradição”, avançou a empreendedora.

Aos tradicionais Biscoito de Azeite, por exemplo, foi adicionado coco. Assim surgiram os Salgueirinhos Coco. Pode consultar o catálogo dos Salgueirinhos aqui e a página da marca no Facebook, aqui.

Paralelamente, da parceria com um produtor local de ervas aromáticas e chás em modo biológico, a Ervas da Zoé, resultaram os Salgueirinhos Tomilho‐Limão (base do tradiconal Biscoito de Azeite) e os Salgueirinhos Hortelã‐Pimenta (base do tradicional Esquecido).

Para tornar o produto mais apelativo foi criada uma embalagem com a assinatura do designer Tiago Marques, professor da Universidade de Évora. No design não foi esquecido o apelo às origens dos biscoitos ou a respectiva tabela de valor nutricional, para um consumo mais informado.

As embalagens foram desenvolvidas em português, inglês e castelhano.

Este é um excelente exemplo de como as tradições e produtos locais e regionais podem ser renovados e exportados para proporcionar uma nova fonte de rendimento a quem vive nas zonas rurais. Concorda? Conhece um projecto destes? Envie a sua proposta para info@greensavers.pt

 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php