Uma casa flexível e que produz (muita) energia (com FOTOS)

Chama-se Mo Ventus e é um projecto incrível de casa de luxo sustentável. Tudo na casa é inspirador: a arquitectura, a noção de sustentabilidade e inteligência, e seria uma excelente notícia que projectos como este, desenvolvido por Todd Theodore Fix, da FIXd Artchitecture/Design, vissem a luz do dia nos próximos anos.

A casa é flexível e tem nos painéis retrácteis um dos seus eixos-base. É que são eles que controlam a luz e o calor, indispensáveis para que a habitação consuma toda a energia que gera.

A casa tem também uma fachada curvilínea, pelo que os residentes podem ajustar vários painéis para controlar a opacidade do exterior da habitação, caso queiram mais ou menos luz, consoante seja preciso.

Os painéis retrácteis, aliás, servem tanto a forma como a funcionalidade. Cada um tem o seu design e opacidade. Camadas de painéis e núcleos de espuma isolados nas principais áreas da casa ajudam a reduzir drasticamente a energia consumida e manter uma temperatura agradável, seja qual for a estação do ano.

Por outro lado, também os móveis podem abrir ou fechar-se para ajustar os níveis de privacidade, filtrar ou bloquear a forte luz da principal zona da sala. Em algumas áreas, há quase 360 graus de luz.

A base da casa cresce numa curva arqueada, construída para levar com os ventos fortes. Depois, a casa capta a sua energia e leva-a para turbinas eólicas bi-direccionais. A própria fachada funciona como um sifão de energia, ajudando as turbinas a criar cinco vezes mais energia que as próprias turbinas.

Há também painéis fotovoltaicos que recolhem a energia, e células de hidrogénio para o armazenamento. As duas fontes energéticas renováveis permitem à Mo Ventus a energia suficiente para que esta esteja fora da rede.

Dependendo do local onde for construída e do seu tamanho, a Mo Ventus pode custar entre €2,6 milhões (R$ 6,9 milhões) e €7,6 milhões (R$ 19,8 milhões).

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php