Escócia investe em caldeira de biomassa para destilaria de whisky

Escócia investe em caldeira de biomassa para destilaria de whisky

O Green Investment Bank acabou de anunciar o seu primeiro investimento na Escócia, confirmando o apoio a um projecto de €1,4 milhões (R$ 4 milhões) para a instalação de uma caldeira movida a biomassa na destilaria de whisky Tomatin, perto da cidade de Inverness.

O banco apoiado pelo governo vai investir €665 mil (R$ 2 milhões) no projecto, mobilizando o investimento adicional de €692 mil (R$ 2 milhões) por parte do Equitix Energy Efficiency Fund. Assim, uma caldeira ineficiente movida a óleo será substituída por uma caldeira de biomassa capaz de fornecer 80% do calor produzido pelo antigo sistema, intensivo em carbono.

A nova caldeira será alimentada com partículas de madeira sustentável certificada proveniente de florestas locais, informa o Business Green. Espera-se assim que as emissões dos gases com efeitos de estufa sejam reduzidas em mais de 95 mil toneladas, ao longo dos 20 anos de vida do equipamento.

A indústria de whisky escocesa tem sido pioneira numa série de projectos de energia renovável nos últimos anos. Esta notícia surge numa altura em que o governo se prepara para anunciar novos detalhes a respeito da sua proposta de subsidiar fábricas movidas a biomassa e acabar com os subsídios para a tecnologia de ponta a partir de 2027.

Os defensores do uso da biomassa dizem que a medida vai restringir o desenvolvimento de um sector que pode oferecer energia relativamente rentável e com baixos índices de carbono. Os críticos, incluindo grupos ambientalistas, temem que o desenvolvimento excessivo de novas fábricas de biomassa possa conduzir a uma procura desmesurada de madeira, que levará à destruição das florestas.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php