Alargamento da recolha selectiva porta-a-porta aumentou em 36% a reciclagem na Maia

Alargamento da recolha selectiva porta-a-porta aumentou em 36% a reciclagem na Maia

Em 2013, a recolha multimaterial nos três ecopontos – amarelo, azul e verde – cresceu mais de 35,6% no concelho da Maia. O aumento deveu-se em parte ao projecto “Ecoponto em Casa”, que ainda decorre e permitiu alargar a recolha selectiva porta-a-porta.

O maior aumento da recolha, cerca de 57,9%, registou-se no ecoponto amarelo. Já a recolha de vidro aumentou 34,8% e o papel e cartão registou um acréscimo de 22,8%. Paralelamente, a produção de resíduos indiferenciados nas habitações decresceu 9,6%, “fruto da quebra no consumo e também da optimização das operações de recolha selectiva dos restantes matérias”, refere a Sociedade Ponto Verde (SPV) em comunicado.

O projecto Maiambiente, no qual se insere o “Ecoponto em Casa”, foi lançado em 2012 e é co-financiado pelo QREN, o ON2 (O Novo Norte) e a União Europeia. De acordo com a SPV, o “Ecoponto em Casa” “Coloca a separação de resíduos ao alcance de todos, ao combinar a distribuição de contentores para a separação indiferenciada e selectiva e a recolha dos resíduos porta-a-porta”.

Um dos próximos passos do projecto é “dotar todas as viaturas de recolha com tecnologia para a leitura automática dos contentores munidos com identificadores electrónicos, o que permitirá a aquisição e disponibilização de dados operacionais em tempo real”.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php