Cientistas descobrem espécie que faz sexo até à morte

Cientistas descobrem espécie que faz sexo até à morte

Cientistas australianos descobriram uma nova espécie de marsupial (na foto), aproximadamente do tamanho de um rato, que realiza maratonas de acasalamento mortais para o macho, refere o Huffington Post.

Os investigadores descobriram que nas suas extenuantes sessões de acasalamento, que podem durar até 14 horas, ambos os machos e as fêmeas vão trocando de parceiros.

“É frenético, não há nenhum namoro, os machos simplesmente agarram as fêmeas e ambos começam a acasalar”, disse Andrew Baker, chefe da equipa de investigação da Universidade de Tecnologia de Queensland que fez a descoberta.

A época de acasalamento ocorre durante várias semanas, sendo que os machos normalmente morrem devido aos seus esforços. Hormonas de stress em excesso degradam o tecido do corpo no macho, o que o leva a morrer. Já as fêmeas têm a capacidade de bloquear a produção destas hormonas.

O rato marsupial de cauda preta foi encontrado no ponto mais alto das florestas tropicais de Gondwana – a norte de Sydney -, uma área classificada em 1986 como património mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

1 comment

  1. Pingback: Anónimo

Patrocinadores

css.php