Fábrica secreta no sul da China está a matar tubarões-baleia protegidos

Fábrica secreta no sul da China está a matar tubarões-baleia protegidos

Foi encontrada no sul da China uma fábrica que processa 600 tubarões-baleia por ano. A descoberta foi feita por uma organização ambientalista, a WildLifeRisk, que descobriu a fábrica na cidade de Pu Qi, na província de Zhejiang depois de uma investigação de quatro anos.

A fábrica paga até €22,695 mil (R$75,270 mil) por cada tubarão aos pescadores. De acordo com a organização ambiental, refere o Inhabitat, os tubarões são mortos e processados para a produção de óleo de tubarão para suplementos de saúde e cosméticos para vender nos Estados Unidos e Canadá. Já as peles dos tubarões abatidos são exportadas para países europeus, como Itália e França, onde são utilizadas por restaurantes chineses.

Além de matar tubarões-baleia, uma espécie que está em perigo e é por isso protegida, o matadouro lida ainda com tubarões-azuis e tubarões-frade, que no total produzem 200 toneladas de óleo de tubarão todos os anos. Segundo a WildLifeRisk, a fábrica criou a sua própria frota de barcos de pesca que caçam os animais.

“É inacreditável como é que estas criaturas inofensivas, esses gentis gigantes do abismo podem ser abatidos a uma escala industrial”, refere a organização em comunicado. “É ainda mais inacreditável que esta carnificina é toda por causa de adereços não essenciais para a vida, como batons, cremes para o rosto, suplementos de saúde e sopa de barbatana de tubarão”.

Foto: Zac Wolf / Wikimedia Commons

fabrica

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php