Ikea duplica utilização de algodão sustentável em 2013

Em 2013, a cadeia de mobiliário Ikea utilizou 79 mil toneladas de algodão de fontes sustentáveis – de um total de 110 mil toneladas de algodão usado em 2013. A multinacional sueca, que utiliza cerca de 0,6% de todas as plantações de algodão do mundo, aumentou de 34 para 72%, de 2012 para 2013, a utilização de algodão obtido de fontes sustentáveis.

Estes números têm como pano de fundo uma parceria entre a Ikea e a WWF na Better Cotton Initiative (bcI), uma organização independente que assume critérios sociais e ambientais para a produção de algodão sustentável. A Ikea é, de resto, fundadora da associação.

A indústria de algodão é conhecida pelo uso intensivo de água, químicos pesticidas, fertilizantes e problemas ligados ao trabalho infantil – e a sua sustentabilidade é uma das dores de cabeça para empresas como a Ikea.

De acordo com Guido Verijke, presidente da bcI e trabalhador da Ikea, a empresa sueca estava perante três possibilidades: abandonar a compra de algodão, migrar a produção para países seguros, como os Estados Unidos, ou trabalhador com os produtores originais numa estratégia de longo prazo em prol do algodão sustentável: “A Ikea é suficientemente grande para mudar as coisas, por isso decidimos trabalhar com a WWF e resolver o problema”, explicou.

A empresa sueca está também a caminhar no sentido da utilização mais eficiente do algodão – a Ikea está a lançar um projecto para uniformizar a forma como constrói os tecidos, com vista a reduzir a quantidade de algodão precisa para construir uma tecido até 15%.

Foto: Boston Public Library / Creative Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php