Novo milho geneticamente modificado pode ser cultivado na União Europeia

Novo milho geneticamente modificado pode ser cultivado na União Europeia

Um novo tipo de milho geneticamente modificado vai ser poder ser cultivado na União Europeia. A aprovação do cultivo da nova espécie geneticamente alterada foi decidida no Conselho de ministros dos Assuntos Europeus, embora maioria dos Estados membros e do Parlamento Europeu fossem contra a introdução do novo milho.

A abstenção de quatro países – Portugal, Alemanha, Bélgica e República Checa – fez com que os 19 Estados que se opunham à aprovação da cultura não conseguissem obter a maioria qualificada necessária para travar o cultivo. Segundo as regras europeias, cada nação tem um número de pontos de voto proporcionais ao tamanho da população. Para que a lei não fosse aprovada, os representantes de 75% da população da zona comunitária tinham de votar contra, mas apenas 52% se opuseram, já que quatro países se abstiveram. A Espanha, Reino Unido, Suécia, Finlândia e Estónia foram os países que votaram a favor do cultivo da nova espécie geneticamente modificada.

De acordo com as normas em vigor, a Comissão terá de aprovar o cultivo deste novo milho transgénico, embora apenas cinco países tenham votado a favor. Segundo o Guardian, Este será a primeira espécie de milho transgénica a ser autorizada a cultivar em território europeu desde 1998 e apenas a segunda a ser cultivada para fins comerciais.

O novo milho – o TC1507 -, com a denominação comercial de Herculex, pertence ao grupo norte-americano Pionner. De acordo com os fabricantes, este milho foi geneticamente alterado para ser mais resistente a alguns tipos de insectos.

Contudo, apesar de o cultivo deste milho ter sido aprovado, os Estados-membros vão ter a possibilidade de bloquear a sua cultura no seu território.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

1 comment

  1. Vejam no youtube ” O Mundo segundo a Monsanto”, hora e meia.

Patrocinadores

css.php