O milionário russo que salvou 140 cães em Sochi (com FOTOS)

Os cães salvos em Sochi

Metade do mundo tem os olhos postos em Sochi, que por estes dias acolhe os Jogos Olímpicos de Inverno. Porém, esta cidade russa tem estado no centro das atenções da imprensa internacional não só pelos jogos e não é pelas melhores razões.

Primeiro pelo valor avultado inerente à organização das olimpíadas, o que faz destes jogos os mais caros de sempre. Depois pelas más condições dadas aos atletas e jornalistas, que começaram a ser reveladas na imprensa e finalmente pela decisão de abater mais de dois mil cães e gatos de rua, uma decisão da organização para que o local se tornasse “mais limpo e seguro”.

Contudo, apesar de parecerem ter o destino condenado, um homem evitou que estes cães fossem exterminados. Oleg Deripaska, um dos homens mais ricos da Rússia, construiu um abrigo para os animais, na elevação de Sochi. “Encontrei o meu primeiro cão nas ruas da minha aldeia. Foi um amigo muito chegado durante quase cinco anos”, afirmou o milionário.

Inicialmente os animais foram atraídos pelos trabalhadores da construção do parque olímpico, que alimentaram e trataram dos cães. Mas rapidamente os animais começaram a interferir com os ensaios de preparação para a cerimónia de abertura e houve mesmo animais que morderam crianças, segundo descreve a empresa contratada para apanhar os animais. Foi então que as autoridades decidiram tomar medidas mais drásticas: abater os animais.

Oleg Deripaska (na primeira foto) decidiu então agir e uma equipa de resgate animal começou a recolher os animais das ruas e a levá-los para o abrigo. Foram salvos cerca de 140 animais e alguns já conseguiram um novo lar.

Deixar uma resposta

5 comments

  1. Carlos Gaspar

    Este homem teve um acto heróico e corajoso que deve ser difundido pelo mundo inteiro.

  2. Helena Salgado

    Grande alma! Um dia será recompensado

  3. isaura cardso

    Que Deus proteja este senhor.O mundo seria melhor se houvessem mais pessoas assim.

  4. helena amaral

    A causa animal toca muitos corações!O abandono de cães é um sintoma do desamor desta sociedade.Feliz estou pela ato de compaixão deste ser humano.Daqui da ilha do Pico/Açores um abraço da protetora dos cães abandonados, associação ACANIL.

  5. Um bem aja a este homem do bem! Sim porque a sua compaixao pelos pobres animais e de louvar!

Patrocinadores

css.php