Os eurodeputados portugueses que mais lutaram pelo ambiente (com LISTA)

Os eurodeputados portugueses que mais lutaram pelo ambiente (com LISTA)

A organização não-governamental portuguesa Quercus uniu-se à Sanbag, do Reino Unido, Rede Europeia de Ação Climática, WWF e EU-Parlameter e apresentou hoje um ranking dos eurodeputados portugueses que mais lutaram pela economia verde e temas dela dependentes.

A lista baseia-se em 11 decisões relevantes tomadas nos últimos cinco anos em relação à política climática europeia – cada assunto (ou voto), de acordo com a importância do tema, ponderou de forma diferente na contabilização total.

A avaliação específica de cada um dos eurodeputados permitiu uma consulta rápida sobre se um determinado eurodeputado é um campeão pelo clima – ou um destruidor do clima. A lista revelou a eurodeputada Alda Sousa como a que mais defendeu o combate às alterações climáticas.

Segundo a lista – que pode também ser vista aqui – Portugal tem sete eurodeputados “campeões pelo clima”, cinco “amigos do clima” e dois eurodeputados “destruidores do clima”.

Assim, os campeões pelo clima são Alda Sousa, Luís Paulo Alves, Rui Tavares, Elisa Ferreira, António Correia de Campos, Marisa Matias e Capoulas Santos, (um independente, dois do Bloco de Esquerda e os restantes do PS), tendo Alda Sousa obtido mesmo  pontuação máxima (100).

Os cinco “amigos do clima” nunca votaram, mas em diversas ocasiões abstiveram-se ou não participaram em algumas votações. São eles Vital Moreira, Ana Gomes, Edite Estrela, Inês Zuber e João Ferreira (deputados pelo PS e PCP).

Os deputados Mário David e Nuno Teixeira, do PSD, foram um “claro obstáculo à política climática europeia”, segundo a Quercus, com sete votos contra em 11 decisões – clique na foto para ver a lista completa.

lista

Foto: Xaf / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php