Paris quer transformar estações de metro abandonadas em piscinas e restaurantes subterrâneos

As novas estações de metro de Paris

Esta semana trouxemos-lhe uma das notícias do ano: uma dupla empreendedora de Londres está a preparar uma horta subterrânea num antigo abrigo da Segunda Guerra Mundial – debaixo da actual estação de metro Clapham North – e começar a vender os produtos para meados do ano.

Paris não quer ficar atrás deste aproveitamos subterrâneo de espaços abandonados e estará a desenvolver, de acordo com Messy Nessy Chic, a transformação das suas linhas de metro abandonadas em restaurantes, auditórios, teatros, galerias, clubes nocturnos e até piscinas subterrâneas.

A mentora da estratégia é Nathalie Kosciusko-Morizet, provável candidata às eleições parisienses – que está a trabalhar com os arquitectos Manal Rachdi e Nicolas Laisné em várias propostas para transformar as estações-fantasma de Paris em novos espaços.

Nas últimas décadas, as estações de metro abandonadas têm sido utilizadas, sobretudo, para filmagens e arrecadação para o metropolitano local. Se Kosciusko-Morizet, de 40 anos, ganhar as eleições, será lançada uma plataforma colaborativa para que arquitectos e designers sugiram ideias para transformar estes espaços.

Na verdade, nem é preciso esperar pelas eleições. A candidata aceita todo o tipo de propostas, basta enviar-lhe um tweet.

Veja como poderão ficar algumas estações já desactivadas.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php