Tecnológica portuguesa lança sistema que regula iluminação consoante presença humana (com VÍDEOS)

Tecnológica portuguesa lança sistema que regula iluminação consoante presença humana (com VÍDEOS)

Uma pequena tecnológica portuguesa, a IsGreen, tem como missão fabricar e comercializar produtos e soluções que optimizem os consumos energéticos dos edifícios e habitações – uma destas soluções, a primeira a ser desenvolvida, tem na iluminação inteligente o seu foco.

Assim, a empresa desenvolveu uma tecnologia que regula a iluminação consoante a presença humana. “A maioria dos edifícios estão mal equipados do ponto de vista de gestão de iluminação”, explicou ao Economia Verde Carlos Rosário, da IsGreen.

A tecnologia, que tem de ser instalada in loco pela IsGreen, analisa em tempo real – e constantemente – quem se encontra nesse determinado espaço. Através de sensores, a tecnologia sabe se há alguma presença na sala ou espaço – e quanta luz natural entra pelas janelas. Depois, ela regula a iluminação artificial de acordo com as necessidades.

“Dividimos as 24 horas em três períodos: o período laboral, o pós-laboral e a noite”, avança Carlos Rosário. “Em função disto, ele tem comportamentos distintos. Ele desliga-se à noite, mas, se detectar a presença de um utilizador, ele acende as luzes. Não no máximo, mas vai acendê-las”, frisa o responsável.

A tecnologia pode ser gerida a partir de smartphone e gerar uma poupança de até 30% na factura mensal.

A IsGreen está a ser apoiada por uma incubadora da EDP para empresas a começar o seu caminho. “Não é um apoio desinteressado, nem social. A EDP procura produtos que possam ter interesse para a própria EDP, enquanto potencial cliente destas empresas – ou produtos interessantes para os próprios clientes da EDP”, revelou ao Economia Verde Carla Pimenta, responsável de empreendedorismo da EDP. A eléctrica procura, assim, projectos inovadores e desenvolvidos em Portugal, sempre de olho no valor acrescentado.

Veja o episódio 205 do Economia Verde.

Foto:  stockerre / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php