Empresas britânicas criam placa de circuito que é 90% reciclável

Empresas britânicas criam placa de circuito que é 90% reciclável

Três empresas britânicas desenvolveram uma placa de circuito que é reutilizável e 90% reciclável, uma vez que os componentes podem ser facilmente separados quando mergulhados em água quente. Esta nova tecnologia pode vir ajudar, no futuro, a reduzir a quantidade de lixo electrónico. Mas o que poderá isso significar para a utilização de um recurso cada vez mais delicado como a água?

As empresas foram financiadas pelo Quadro de Estratégia Tecnológica do Governo britânico com o intuito de ajudar a indústria electrónica a aceitar a nova regulação europeia relativa ao lixo electrónico. A National Physical Laboratory, a In2Tec e a Gwent Electronic Materials conceberam então um novo adesivo que permite juntar todos os componentes da placa de circuito mas que também facilita a sua disjunção quando é necessário e o reaproveitamento de componentes. A nova tecnologia foi denominada de ReUse – Reusable, Unzippable, Sustainable Electronics.

“O que acontece no final da vida dos componentes electrónicos é um dos maiores fluxos crescentes de lixo”, afirma Chirs Hunt, do National Physical Laboratory, cita o Guardian. “O que pretendemos criar foi uma nova forma de montagem de circuitos que se possam facilmente desmontar quando já não têm uso”. O resultado foi um novo sistema de junção e de tinta, que permite à equipa de investigadores juntar os componentes do circuito sobre um substrato termoplástico com uma cola condutora.

Quando mergulhado em água quente, acabada de ferver, o novo circuito eléctrico desmonta-se facilmente, já que a cola e a tinta se dissolvem. “Esta não é uma solução para todos os tipos de tecnologias electrónicas”, sublinha Hunt, uma vez que existem grandes dispositivos tecnológicos, como grandes servidores, que funcionam a temperaturas demasiado elevadas para o ReUse.

Foto:  derekGavey / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php