Guia português da restauração e hotelaria estreia indicador ambiental

Guia português da restauração e hotelaria estreia indicador ambiental

Avaliar as boas práticas ambientais nos alojamentos e restaurantes nacionais, contribuindo para que o impacto ambiental seja o mais reduzido possível, é o objectivo do indicador ambiental que acaba de ser criado pela Sociedade Ponto Verde em exclusivo para o guia Boa Cama Boa Mesa, editado pelo jornal Expresso e pela revista Visão. Os primeiros resultados desta avaliação são disponibilizados no guia que foi recentemente colocado à venda.

Este índice inovador procura avaliar as práticas ambientais de restaurantes e hotéis, através de questionário individualizado, numa escala simplificada e contínua de 1 a 5 pontos. O consumo racional de água, a poupança de energia e a gestão de resíduos são as principais componentes avaliadas.

“Num país que se quer cada vez mais voltado ao exterior, julgámos pertinente valorizar e estimular as boas práticas ambientais dos estabelecimentos de hotelaria e de restauração, uma vez que são um ponto de contacto privilegiado com cidadãos estrangeiros de visita ao nosso país. Por outro lado, este índice pretende dar resposta às exigências dos consumidores nacionais cada vez mais sensibilizados para a importância do ambiente, permitindo estender as boas práticas para fora de casa”, explica em comunicado Luís Veiga Martins, director-geral da Sociedade Ponto Verde.

A Sociedade Ponto Verde acredita que este indicador ambiental dará um contributo essencial, através da promoção das boas práticas, para o cumprimento dos objectivos de Portugal em matéria de ambiente ao alertar e sensibilizar os estabelecimentos de restauração e hotelaria para práticas que tenham um impacto directo na redução dos seus custos operacionais e na poupança de recursos naturais.

A opinião é partilhada por Francisco Pinto Balsemão, Presidente da holding Impresa, detentora dos títulos Expresso e Visão. “As equipas que procuraram, visitaram e analisaram centenas de locais, tiveram um novo grande desafio: avaliar as boas práticas ambientais, através de um indicador preparado em exclusivo para o guia Boa Cama Boa Mesa, pela Sociedade Ponto Verde. Um trabalho difícil e que serviu, em grande parte, para sensibilizar os responsáveis pelos restaurantes e hotéis para a importância destas boas práticas para o presente e para o futuro do nosso país”.

A poupança de recursos naturais é hoje uma forma de poupança de custos efetivos nas operações deste tipo de estabelecimentos. Por sua vez, os consumidores estão cada vez mais exigentes e vêem nas boas práticas ambientais um comportamento responsável com que se identificam. Por este motivo, foram também valorizados os comportamentos que se passam longe dos olhares atentos dos consumidores (operações de backoffice) e as práticas partilhadas com os trabalhadores e consumidores (front office).

A edição 2014 do guia Boa Cama Boa Mesa apresenta 408 alojamentos e 591 restaurantes. Para além do tradicional Guia Boa Cama Boa Mesa, com €500 em cupões de desconto que os leitores podem utilizar em dezenas de hotéis, está também disponível a App Boa Cama Boa Mesa 2014, através da Play Google ou da App Store.

Foto:  markhillary / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php