Baleia-sei colide com navio

Uma baleia-sei, a terceira maior espécie de baleias do mundo e que está em risco de extinção, deu à costa morta no último domingo, em Brooklyn, Nova Iorque, depois de ter colidido com um cruzeiro da Norweigan Cruise Line.

A baleia, de 13,7 metros, foi abalroada pelo navio de 323 metros, mas as autoridades nova-iorquinas ainda não sabem se ela estaria viva ou morta antes deste acidente. O navio, que regressava de uma viagem de sete dias pelas Caraíbas, teve de ficar várias horas no porto de Nova Iorque – só quando o rebocador chegou, aliás, é que as autoridades repararam na presença da baleia.

Segundo Maggie Moone-Seus, da Nacional Oceanica and Atmospheric Administration, a carcaça da baleia foi transportada para a Army Corps of Engineers, em Nova Jérsia, estando a ser autopsiada pelos biólogos da The Riverhead Foundation for Marine Research and Preservation.

“A nossa equipa de necropsia passou todo o dia [com a baleia] e reparou em várias contusões traumáticas, costelas partidas e um hematoma no lado direito do animal”, explicou o director-executivo da The Riverside Foundation, Robert DiGiovianni, ao The Huffington Post.

Ainda assim, só dentro de várias semanas se saberá se o navio matou a baleia-sei, ou se esta já se encontrava morta quando foi atingida pelo barco. Segundo o The New York Post, a baleia será agora enterrada.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta