Bombeiro espanhol tenta salvar cachorro de dois meses com respiração boca-a-boca

Um bombeiro exemplar

Carlos Arana, um bombeiro que respondeu a um incêndio numa habitação de Sagunto, em Valência, Espanha, tentou salvar o cão do proprietário da casa com recurso à respiração boca-a-boca. Segundo o bombeiro, o fogo estava já extinto quando ele encontrou o yorkshire terrier – aparentemente morto – debaixo das escadas do edifício.

“Carlos pegou no cachorro [de dois meses] e correu para fora da casa, tentando reanimá-lo”, explicou Jover Badia, colega de Arana. “O pequeno cão continuou inconsciente, mas Carlos estava determinado a salvá-lo”.

“Ele pôs a máscara de oxigénio no cão, mas como ela não funcionava, ele colocou lentamente a sua própria boca no focinho do cão e começou a respiração boca-a-boca”, continuou Javier Badia. Veja o vídeo.

Cinco minutos depois de começar a respiração boca-a-boca, o cachorro começou a mexer as pernas. Depois, Carlos Arana pegou no cão e levou-o a um veterinário vizinho. A filmagem da tentativa de salvamento caiu nas redes sociais, e o bombeiro de Sagunto é hoje um herói na cidade. “Ele não é um bombeiro, é um anjo vestido de bombeiro”, dizia um dos comentários.

Infelizmente, porém, o cachorro acabou por morrer horas mais tarde, no veterinário, vítima de complicações do incêndio.

Foto: Sodanie Chea / Creative Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php