Como o FSC incentiva às boas práticas de gestão florestal (com VÍDEO)

Como o FSC incentiva às boas práticas de gestão florestal (com VÍDEO)

Garantir que as florestas do planeta sejam geridas de forma sustentável é o objectivo do Forest Stewardship Counsil (FSC), uma organização internacional baseada num esquema de certificação florestal que conta com parceiros em todo o mundo, fundada em 1993.

O FSC surgiu para apoiar e dar resposta à necessidade de diversas empresas internacionais do sector florestal terem um sistema credível que identificasse as florestas bem geridas como fonte de produtos de madeira produzidos de forma responsável.

Um dos parceiros portugueses do FSC é a Fenafloresta, a Federação Nacional de Cooperativas de Produtores Florestais. “É uma norma de gestão florestal sustentável que trás três valências: a ambiental, económica e social. Através destas valências é criada uma mais-valia para o povoamento florestal, para as pessoas de determinada região e economicamente para o proprietário quando vende a sua madeira”, explica Luís Calaim, secretário-geral da Fenafloresta, ao Economia Verde.

A ideia é assegurar que os produtos que vêm das florestas, como a madeira, papel e cortiça, sejam provenientes de uma gestão responsável, tanto ao nível ambiental como social.

“O consumidor hoje em dia preocupa-se cada vez mais quando compra uma resma de papel ou um pacote de sumo e quer que o papel que serviu de matéria-prima a estes produtos seja certificado. É uma exigência cada vez maior dos consumidores”, acrescenta Luís Calaim.

Também por pressão dos consumidores tem aumentado o número de empresas que se preocupam com a origem das matérias-primas mais usados nos produtos que fabricam. A Tetra Pak é um dos maiores compradores mundiais de cartão para a produção de embalagens e pretende usar 100% de cartão certificado até 2020.

“As nossas embalagens são compostas maioritariamente por cartão – cerca de 70 a 75%. Para nós garantir que esse cartão é proveniente de florestas que são geridas de forma sustentável é fundamental”, indica Ingrid Falcão, responsável pela área de ambiente da Tetra Pak Portugal. A empresa obteve a sua primeira embalagem com selo FSC em 2011.

No terreno, seja na Europa, África ou América Latina, a obtenção desta certificação passa pelo cumprimento de princípios orientadores e regras de gestão. As boas práticas ambientais e sociais incluem aspectos como a defesa dos direitos dos povos indígenas e dos trabalhadores ou a conservação da biodiversidade e das espécies ameaçadas. Os certificados de gestão florestal são válidos por um período de cinco anos e estão sujeitos a verificações anuais.

Conheça melhor o FSC no episódio 326 do Economia Verde.

Foto: wwfunitedkingdom / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php