Continente quer saber pegada de carbono dos seus produtos

Continente quer saber pegada de carbono dos seus produtos

A Sonae iniciou um projecto-piloto de cálculo das pegadas carbónicas e hídricas dos produtos, de acordo com o jornal Hiper Super. Em 2013, explica o jornal, já foi possível calcular as referidas pegadas para produtos seleccionados de peixaria, charcutaria e talho, a título experimental.

Este ano, porém, o projecto estará focado na área de frutas e legumes, seguindo uma metodologia definida: selecção de produtos base a modelar, visitas técnicas a produtores, desenvolvimento de modelos de cálculo e ensaios de consistência para os modelos entretanto desenvolvidos.

“A determinação da pegada de carbono dos produtos permitirá, numa fase posterior, perceber quais as práticas de produção animal e vegetal que libertam mais emissões de gases com efeito de estufa (GEE) e, assim, actuar junto dos produtores, no sentido de minimizar o impacto associado a estes produtos”, explica o jornal.

A Sonae pretende também promover a redução da pegada de carbono, encurtando a distância entre os locais onde as mercadorias perecíveis são produzidas e as lojas. Um projecto-piloto foi iniciado em 2013, através dos produtores de alface locais que efectuam as entregas directamente a um número limitado de lojas.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php