Investimento em renováveis pode aumentar factura de energia/ano dos ingleses em €1.200

Investimento em renováveis pode aumentar factura de energia/ano dos ingleses em €1.200

O investimento em energia eólica em Inglaterra poderá levar a factura anual de energia dos consumidores a subir €1.200/ano (R$ 3.800), e ainda assim, a aumentar o número de faltas de electricidade durante o Inverno, de acordo com um relatório encomendado pela Lords Science and Technology Select Committee à Scientific Alliance.

O relatório foi publicado, porém, num timing curioso. Na semana passada, a União Europeia votou a favor da construção de uma nova central nuclear em Inglaterra, uma infra-estrutura que será financiada com o dinheiro dos contribuintes.

Coincidência ou não, a verdade é que o relatório avisa que o investimento em energia eólica irá custar €33 mil milhões (R$ 100 mil milhões) às famílias inglesas até 2030 – grande parte do investimento em eólicas será pago por estas.

Segundo a Scientific Alliance, o Governo espera ter 35% da energia eléctrica gerada por fontes renováveis até 2020, mas isso não será possível. “A confiança cega de sucessivos governos em energia renovável, intermitente e pouco confiável reduziu a margem de segurança para um nível crítico”, explicou Donald Miller, antigo presidente da Scottish Power e consultor do estudo.

“Isto levou o País para uma posição onde os cortes de fornecimento podem ser algo recorrente nos Invernos mais frios, durante vários anos”, continuou. O relatório diz que a produção energética no país terá a sua margem mais curta de sempre, cerca de 2%.

“Diz-se que a rede eléctrica nacional já está a tomar medidas extremas para aumentar estas margens, ao contratar proprietários de pequenos geradores para fornecimento de emergência”, explicou Miller.

Foto: Russell Smith / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php