O baloiço mais radical do mundo

A Casa del Árbol é uma estação de controlo sísmico sui generis, situada no topo de uma árvore em Baños, Equador, a 2.500 metros de altitude. A estrutura, já por si, é entusiasmante. O que fica abaixo dela, porém, é um hino à adrenalina e ao showbizz-esco “por favor, não façam isto em casa”: um baloiço que deixa o seu utilizador suspenso sobre o precipício… a 2.500 metros.

Lá em baixo, por outro lado, fica o vulcão Tungurahua, o que acrescenta alguma emoção-extra ao baloiço.

Feito com uma viga de metal agarrada a uma corda, num dos ramos da árvore, esta atracção extrema não é para todos, admite o Inhabitat. “Acreditamos que vale a pena experimentarmos um baloiço destes pelo menos uma vez na vida”, escreve o site de ambiente. Chegar lá, porém, não é fácil. Há que escalar um caminho até Bellavista, desde Baños. Depois, é só ganhar balanço e rezar para que o azar não nos bata à porta numa situação tão extrema.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta