Cientistas descobrem monstro marinho de três braços diferente de qualquer outra espécie

organismo_SAPO

Há 550 milhões de anos, o ecossistema terrestre estava confinado ao oceano, habitado por organismos bizarros e primitivos. Um desses monstros marinhos, uma criatura com três braços e diferente de tudo o que já vimos até agora, foi hoje descoberta pela comunidade científica.

Chamado Tribrachidium, este monstro viveu há 100 milhões de anos antes de as primeiras plantas aparecerem na Terra, no final do período ediacarano. O corpo deste animal consistia num disco achatado com uma extensão de três braços, uma forma única e com uma simétrica nunca vista. Quase todos os vertebrados, incluindo os humanos, têm uma simetria de dois lados. Algumas criaturas, como a estrela-do-mar, têm cinco lados simétricos. Mas não há criaturas com apenas três.

“Como não existe nenhuma comparação moderna, foi difícil perceber como era este organismo quando estava vivo – como se movia, alimentava e reproduzia”, explicou ao Inhabitat Imran Rahman, investigadora da Universidade de Bristol e autor de um estudo recente sobre o Tribrachidium. A equipa de pesquisadores criou um modelo digital do organismo, utilizando um molde fóssil, que foi depois inserido em simulações que recrearam as várias correntes que o Tribrachidium poderá ter encontrado nos mares pouco profundos do período ediacarano.

Os primeiros resultados explicam que o organismo alimentava-se, provavelmente, em suspensão, sustentando-se com a matéria orgânica dissolvida à medida que flutuava na água.

Ainda que não existam provas de que esta criatura se conseguia mexer, ela poderia moldar e impactar o seu ambiente. Difícil é perceber mais sobre uma criatura que viveu há tanto tempo.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php