Estocolmo quer utilizar multas dos carros para pagar a cidadãos para utilizarem bicicleta

O Royal Institute of Technology (RIT) sugeriu à cidade de Estocolmo, na Suécia, começar a cobrar uma taxa de congestionamento aos automóveis e distribuir esta verba pelos ciclistas – não o dinheiro em si mas em créditos para reparação das suas bicicletas, pneus de Inverno gratuitos ou outros benefícios.

De acordo com um relatório do RIT, o plano enviará sinais claros sobre a política de mobilidade da cidade. “Tudo se resume a enviar sinais [para a sociedade]”, explicou ao jornal Dagens Nyheter o líder do estudo, Teo Enlund. “Todos os que trocam o carro pelas bicicletas deverão receber uma palmadinha nas costas e não um pontapé na cara”.

De acordo com o responsável, uma medida destas seria um passo importante para retirar os carros da capital sueca. É que embora o centro da cidade seja cada vez mais povoado por bicicletas, transportes públicos e espaços pedonais, os subúrbios ainda são um paraíso automóvel.

Outra das propostas do RIT têm como pano de fundo a permissão de levar as bicicletas para os comboios e criar auto-estradas cicláveis com duas grandes faixas, para melhorar a segurança.

Em meados do ano passado, recorde-se, a França começou a pagar aos utilizadores de bicicleta. No entanto, esta proposta do RIC é mais progressiva e economicamente viável, uma vez que retira o dinheiro dos veículos para o dar às bicicletas.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php