Green Project Awards 2015 traz a Portugal Javier Goyeneche

javier_SAPO

O empreendedor espanhol Javier Goyeneche, presidente e fundador da Ecoalf, uma inovadora marca de moda sustentável, será um dos oradores da oitava edição do Green Project Awards (GPA), que no dia 7 de Janeiro de 2016 revela os vencedores. A cerimónia realiza-se na Culturgest, em Lisboa, pelas 9h15.

A iniciativa da Agência Portuguesa do Ambiente, da Quercus e da GCI vai distinguir, como vem sendo hábito nos últimos anos, os projectos e iniciativas que promovem as boas práticas ambientais e o desenvolvimento sustentável em Portugal. “Agricultura, Mar e Turismo”, “Investigação e Desenvolvimento”, “Produto ou Serviço”, “Iniciativa de Mobilização”, “Iniciativa Jovem”, “Gestão Eficiente de Recursos” e “Consumo Sustentável” são as sete categorias em que serão atribuídos prémios. No total, já mais de mil projectos participaram na iniciativa e mais de 100 entidades foram distinguidas.

A Ecoalf surgiu da preocupação com o uso indiscriminado dos recursos naturais, apostando na reciclagem como uma solução e criando uma nova geração de produtos reciclados com a mesma qualidade e características técnicas que os melhores produtos não reciclados.

Graças ao investimento contínuo em processos de inovação e reciclagem, a Ecoalf contribuiu para dar uma segunda vida para aos materiais, transformando-os de novo em matéria-prima. Actualmente, a empresa possui parcerias activas um pouco por todo o mundo (Taiwan, Coreia do Sul, Portugal, México, Japão, Espanha), apostando no desenvolvimento de processos de criação de tecidos sofisticados, revestimentos, cintos, solas, etiquetas ou cabos de materiais reciclados.

Antes de serem conhecidos os projectos distinguidos na 8ª edição do GPA, está prevista a realização da Conferência subordinada ao tema “COP21 – conclusões e desafios” onde se analisarão as conclusões e próximos passos da Cimeira das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, que se realizou em Paris no mês de Dezembro.

Durante a cerimónia de entrega dos galardões destaque para a atribuição do Prémio Jerónimo Martins/GPA – Investigação e Desenvolvimento Sustentável e do Prémio GPA EDIA – Boas Práticas em Alqueva.

O primeiro é resultante da parceria estabelecida entre o GPA e o Grupo Jerónimo Martins, na categoria Investigação e Desenvolvimento Sustentável, em que a empresa de distribuição atribuirá uma bolsa monetária, no valor de €20.000 ao projecto vencedor. Este prémio tem como objectivo promover a investigação e o desenvolvimento de produtos, serviços, projectos ou processos que tenham nos seus objectivos contribuir para o desenvolvimento sustentável.

O segundo – Prémio GPA EDIA “Boas Práticas em Alqueva” – foi criado no âmbito dos 20 anos de existência da EDIA (Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva), para reconhecer as boas práticas em projectos que promovam o desenvolvimento sustentável na região de Alqueva, nos quais o recurso “água” seja o factor de desenvolvimento fundamental.

Das 22 candidaturas apresentadas, o júri seleccionou 10 projectos finalistas, entre os quais serão eleitos os vencedores em duas categorias: Inovação em Alqueva e Boas Práticas em Alqueva. O melhor projecto em Inovação em Alqueva receberá um prémio monetário no valor de €2.500 euros.

Dos mais de 100 projectos recebidos nesta edição, o júri do GPA presidido pela Agência Portuguesa do Ambiente e pela Quercus, vai distinguir os vencedores em sete categorias distintas, eleitos entre os mais de 50 finalistas. Recorde-os aqui.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php