62 pessoas mais ricas do mundo têm mais dinheiro que as 3,6 mil milhões mais pobres

pobreza_SAPO

As 62 pessoas mais ricas do mundo acumulam mais riqueza que metade do planeta – nomeadamente, os 3,6 mil milhões cidadãos mais pobres, de acordo com uma nova pesquisa publicada pela organização anti-pobreza Oxfam.

Segundo a Oxfam, nos últimos cinco anos os ricos ficaram mais ricos – e os pobres mais pobres. Um estudo idêntico realizado em 2010 afirmou que as 388 pessoas mais ricas do mundo teriam o mesmo que 50% da população global. Desde então, explica a Oxfam, o dinheiro e bens dos 62 mais ricos aumentou 44%, enquanto o dinheiro e bens de 50% da população global mais pobre decresceu 41%.

“Em vez de serem redistribuídos para baixo, os rendimentos e riqueza estão a ser sugados para cima a uma taxa alarmante”, explica a Oxfam no relatório An Economy for the 1% (abre PDF). “Uma vez lá, um sistema cada vez mais elaborado de paraísos fiscais e uma indústria de gestores de fortunas garantem que [aquelas pessoas] continuam lá, inalcançáveis pelos cidadãos comuns e dos seus Governos”.

O relatório foi hoje divulgado para coincidir com a abertura do Fórum Económico Mundial, que na quarta-feira arranca em Davos, na Suíça.

De acordo com a Oxfam, citada pelo Quartz, a desigualdade mundial não é um problema apenas para os mais pobres, mas também para o desenvolvimento económico de todos os cidadãos globais. E ainda que o número de pessoas que saíram da pobreza nos últimos dois anos seja encorajador, caso a desigualdade não tenha subido no mesmo período, mais de 200 milhões de pessoas poderiam ter-se juntado à classe média.

Foto: Dewald Brand / Oxfam

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php