Nutricionista precisa-se!

Se vive perto de uma zona com esquilos, seja uma floresta, parque ou jardim na a América do Norte ou Europa, preste atenção: será que este animal está ligeiramente – ou muito – mais gordo que o habitual para esta altura do ano?

A resposta, provavelmente, será positiva. Ou melhor: os cidadãos que costumam ver esquilos no seu dia-a-dia têm reportado que estes animais estão, de facto, muito mais gordos este ano. Segundo o investigador David Sugarman, do Ontario Science Center, no Canadá, a razão para esta situação é bastante simples de justificar: as condições meteorológicas de 2015, muito mais quentes do que seriam de esperar para esta altura do ano.

Segundo Sugarman, os esquilos precisam de armazenar gordura para sobreviver aos frios Invernos, normalmente gelados e com queda de neve no habitat onde vivem. No entanto, 2015 foi o ano mais quente de sempre, na sequência de um período de calor sem precedentes.

Há também pouca neve e gelo – ou seja, os esquilos não queimaram a energia suficiente para se manterem quentes. Por outro lado, a comida tem sido abundante.


“Tivemos um Novembro mais quente do que o habitual”, explicou Sugarman ao Metro Toronto. “É claro que, se formos um animal que tem de passar o Inverno sem comida, queremos ficar o mais gordos possível”, justificou.

Foto: Dawn Huczek / Creative Commons

Deixar uma resposta