Cientistas estão a utilizar realidade virtual para ajudar na conservação do jaguar

jaguar_SAPO

Uma equipa de investigadores australianos está a utilizar os benefícios ligados à realidade virtual para escolher quais os melhores habitats para os jaguares no Peru. Numa recente viagem a este país sul-americano, liderada por Kerrie Mengersen, da Queensland University of Technology of Mathematical Sciences, a equipa utilizou GoPros para filmar vários habitats em 360º.

Para além da modelação matemática e estatística, as experiências de realidade virtual pretendem dar aos cientistas uma vista mais ampla do ambiente, sem ter de lá estar em pessoa. Isto pode ajudar os investigadores a escolher quais os melhores locais para os corredores de jaguares, as grandes áreas que estes animais utilizam para viajar entre diferentes partes da selva.

Ao visualizar um habitat virtualmente, avança o Mentalfloss, os especialistas podem procurar fontes de água próximas, sinais de actividade humana ou árvores de fruto que possam atrair as presas. Ao perceber melhor estes factores, os conservacionistas podem tomar decisões mais inteligentes na hora de comprar o terreno e construir os tais corredores de vida selvagem.

Segundo o Endangered Species Act, existem apenas 15.000 jaguares vivos em todo o mundo, o que os torna numa espécie em perigo de extinção.

Foto: William Warby / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php