Monges japoneses registam dados climatéricos há 600 anos

lago suwa

Todos os Invernos, os monges Shinto que vivem nas montanhas do centro do Japão esperam que os picos de gelo conhecidos como omiwatari apareçam à superfície do lago Suwa – na tradição dos Shinto, a aparência destes picos é utilizada para prever o tempo que a Primavera trará.

A tradição remonta a 1443, o que equivale a dizer que há quase 600 anos que os monges japoneses registam dados climatéricos, incluindo o dia exacto em que o lago gelou e quantos dias passaram até que s picos de gelo se formaram.

Agora, estes dados estão a ser trabalhados pelos cientistas para perceber de que forma o clima de Inverno mudou naquela região nos últimos seis séculos. Estes são, aliás, os mais antigos registos climáticos do Planeta.

Por outro lado, e como o início dos registos precede – e muito – a revolução industrial, eles podem dar-nos uma visão interessante de como a actividade humana afectou os Invernos japoneses.

Em 1954, conta o Quartz, cientistas alemães e japoneses publicaram um artigo no qual dividiram estes dados em dois blocos, cada um com 250 anos e representando períodos pré e pós-industriais. A sua análise mostrou que, no período pré-industrial, o lago Suwa congelou duas vezes mais frequentemente que no período pós-industrial. Desde o início do século XVIII, aliás, o lago não congelou apenas 27 vezes, comparadas com as 13 dos 250 anos anteriores.

Esta semana, cientistas norte-americanos e japoneses publicaram um outro estudo, na revista Nature, em que analisaram os dados japoneses e compararam-nos com os dados do rio Torne, que passa pela Suécia e Finlândia.

Os dados do rio Torne foram recolhidos por um comerciante chamado Olof Ahlom a partir de 1693, quando o rio começou a derreter. O rio era importante para trocas comerciais, pelo que os comerciantes continuaram a manter os registos das datas em que o gelo começava a quebrar a cada Inverno.

Ao olharem para os dois registos, os cientistas descobriram que os dois cursos de água começaram a congelar mais tarde e derreter mais cedo durante a Revolução Industrial.

A taxa destas mudanças também foi progressiva: o lago Suwa permaneceu descongelado 12 vezes num período de 55 anos – entre 1950 e 2004 – comparado com apenas três vezes em 255 anos – de 1443 a 1700. O rio Torne passou por nove Invernos suaves num período de 14 anos, entre 2000 e 2013, e apenas 10 entre 1693 e 1899, um período de 207 anos.

Foto: Susonauta / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php