Comércio internacional de Pangolim, o mamífero mais traficado do mundo, é finalmente ilegal

pangolim

Foi hoje declarada a proibição do comércio internacional do pangolim, mamífero em sério risco de extinção.  A decisão foi conseguida depois de uma votação por unanimidade na Convenção sobre o comércio internacional de espécies em risco (CITES), a acontecer em Joanesburgo, África do Sul.

Num post publicado no Twitter a Cites declarou que “O comité aceita que todos os pangolins – africanos e asiáticos –  sejam inscritos no anexo 1″, documento que proíbe o comércio de espécies em risco de extinção.

“É uma enorme vitória e óptima notícia para uma das espécies mais ameaçadas do mundo”, declarou Ginette Hemley, chefe da delegação da organização mundial para a protecção da natureza, WWF.

Esta decisão vem assim pôr fim, pelo menos em papel, ao comércio deste animal, prática que até agora era considerada legal, estando mesmo regulamentada.

Notícias recentes indicam que o pangolim é o mamífero mais traficado do mundo, o que confere ainda mais importância à decisão hoje tomada. Em países como a China e o Vietname a procura por este animal é altíssima, uma vez que há a crença popular de que o pangolim possui especiais virtudes terapêuticas. Com o corpo coberto de escamas, feitas de queratina, este mamífero é assim alvo de preferência para os caçadores furtivos.

Foto: BECastanheira de Pera / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php