Sociedade Ponto Verde entrega Prémio Inovação Social Green Project Awards

inclusao-social

No âmbito da 9ª Edição dos Green Project Awards, a Sociedade Ponto Verde (SPV) vai, no próximo dia 23 de janeiro, a partir das 9h00 na Fundação de Serralves no Porto, entregar o Prémio Inovação Social Green Project Awards – Sociedade Ponto Verde.

Criado na presente edição dos Green Project Awards, o Prémio Inovação Social pretende reconhecer os melhores projectos, produtos, serviços ou iniciativas que contribuam para o desenvolvimento e fortalecimento da sociedade civil, apresentando soluções criativas e sustentáveis para fazer face às necessidades e aos desafios da sociedade actual, e que estejam em linha com os objectivos do milénio.

Segundo Luís Veiga Martins, Director-Geral da Sociedade Ponto Verde: “Criámos este prémio com o propósito de apoiar o desenvolvimento de novas ideias e projectos, oriundos da sociedade civil, que sejam exemplos de transformação. Vai ser um prazer atribuir este prémio a um projecto que realmente seja diferenciador e que permita a valorização dos resíduos. De salientar que ficámos muito satisfeitos com o facto desta categoria ser uma das que mais candidaturas teve, o que demonstra a consciencialização da sociedade para a necessidade de transformar e de valorizar”.

O Prémio Inovação Social tem como objectivo incentivar o desenvolvimento de processos, produtos, serviços ou iniciativas que facilitem a inclusão social, a  criação de emprego e rendimentos, a melhoria das condições de saúde e educação, e promovam a qualidade de vida dos cidadãos.

Os oito projectos finalistas, dos quais sairá um vencedor e duas menções honrosas, são os seguintes: “Capacitar as guardiãs do mar” – Ocean Alive Cooperativa para a Educação Criativa Marinha, CRL; “Ciclaveiro” – Ciclaveiro; “Cozinha para a vida” – Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra; ”Jogo Educativo – Cidadania 4kids!” – ACEGIS; “Prato Colorido” – Cruz Vermelha Portuguesa Delegação de Matosinhos; “Projeto EcoPontas&PapaChicletes – Redução e Valorização de Resíduos” – Laboratório de Paisagem de Guimarães; “Uroboro” – Marco Balsinha e “Vestidas para Vencer” – Associação Dress for Sucess Lisboa.

Estão aptas a concorrer ao Prémio Inovação Social organizações não-governamentais, associações, instituições, organizações ou movimentos cívicos, sem fins lucrativos, assim como cidadãos em nome individual, com projectos que contribuam para uma sociedade mais eficiente, justa e sustentável e, gerem valor para a comunidade.

Foto: via Crative Commons 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php