Um carvalho com 1.400 anos

Durante séculos, os carvalhos da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, eram utilizados para fornecer a indústria da construção naval. Ainda que, nas últimas décadas, esta prática tenha estagnado, a verdade é que não haverá carvalhos muito antigos a este do Mississippi – um rio que divide os Estados Unidos de Norte a Sul.

No entanto, a Live Oak Society descobriu um carvalho com 1.400 anos perto de Charleston, uma cidade com 125 mil habitantes na Carolina do Sul.

Segundo a Live Oak, o carvalho teria já 1.000 anos quando o Mayflower chegou a Cape Cod. O seu maior ramo tem 28 metros, outros fundiram-se como raízes, no solo. A árvore é imponente, como pode ver nas imagens, e sobreviveu a furacões, inundações, sismos e, mais importante, aos humanos.

O carvalho é hoje propriedade da cidade de Charleston e uma das mais importantes e populares atracções turísticas da cidade.

Veja algumas fotos de Angel – o nome deste carvalho.

Deixar uma resposta