a vila onde as mulhers são celebradas em comunhão com a natureza

Em muitos países do mundo, o nascimento de uma menina nem sempre é motivo de celebração. Por variadas questões culturais, um bebé do sexo feminino é visto como algo negativo, não havendo motivos para grandes celebrações. Mas há uma maravilhosa excepção: a vila de Piplantr onde sempre que nasce uma bebé são plantadas mais de cem árvores em sua honra.

Com pouco mais de oito mil moradores, esta vila indiana está a quebrar barreiras culturais e a declarar que o nascimento de uma mulher é, sem sombra de dúvidas, motivo de festejos. Tudo começou quando há oito anos um dos moradores da pequena vila, Shyam Sundar Paliwal, perdeu a filha ainda em tenra idade e criou um programa maravilhoso que une o crescimento de meninas ao desenvolver das árvores da aldeia.

Assim, de cada vez que uma menina nasce nesta vila indiana, os moradores juntam-se em celebração para plantar 111 árvores. Mas não é tudo: é igualmente criado um fundo com cerca de 520 dólares que serão entregues à menina quando esta completar 20 anos. Para precaver usos indevidos deste montante, a menina terá de ter concluído a escolaridade obrigatória e não pode casar antes da idade permitida por lei. Uma forma maravilhosa de garantir um futuro mais digno para estas meninas, tantas vezes vistas apenas como “mercadoria” pelas suas famílias e comunidades.

O projecto de moradores da pequena vila já está a dar frutos. Desde a sua criação, esta iniciativa já foi responsável pela plantação de 250 mil árvores, os comportamentos machistas têm vindo a diminuir e o índice de criminalidade desta vila caiu drasticamente. E as árvores plantadas estão a ser usadas como matéria prima medicinal, tendo contribuído para o desenvolvimento económico sustentável da região.

Oito anos depois de ser posta em prática, a ideia deste pai mudou por completo a vida desta vila e tornou esta região muito mais verde. Que maravilha!

Fotos: Piplantri

Deixar uma resposta