De predador a presa

Vadim Onishchenko, estava perto do rio Masai Mara, no Quénia, quando uma chita perseguia ferozmente um gnu, que escapou por pouco. No momento seguinte, conta o fotógrafo profissional, os dois ficaram cara-a-cara, à espera que o outro atacasse, e foi com surpresa que o gnu tomou a dianteira e perseguiu a chita.

“Acho que a chita não esperava que o gnu lutasse com tanta ferocidade. O gnu apanhou a chita distraída, ficou uma situação na qual o caçador se torna na caça”, explicou Onishchenko.

A invulgar e surpreendente reacção do gnu é mais uma prova da beleza da natureza, onde as coisas, por vezes, não são o que parecem.

“A natureza é incrível e nunca sabemos o que vamos ver”, concluiu Onishchenko. Veja algumas das fotos deste singular momento na nossa galeria.

Deixar uma resposta