Ruído nas cidades: qual o impacto da poluição ambiental no nosso dia-a-dia?

engarrafamento

É parte integrante do nosso dia-a-dia, e com toda a certeza estranharíamos se de repente as cidades onde vivemos ficassem em silêncio, livres de ruído.

Nas grandes metrópoles mundiais, e mesmo a nível nacional, o ruído é encarado como normal, quase como parte integrante deste território ocupado por prédios e vias rápidas. No entanto, é altura de encarar o barulho nas cidades como algo altamente prejudicial para a saúde, como consequências directas para quem lá vive.

Actualmente, mais de metade da população vive em áreas urbanas. É exactamente nas cidades que a poluição sonora se faz mais sentir, registando-se nestes locais os mais elevados níveis de ruído ambiental.

Um dos factores que contribui grandemente para a poluição ambiental é o trafego rodoviário. Só em Portugal, as estimativas indicam que 60% da população está exposta a níveis de ruído superiores aos recomendados pela Organização Mundial da Saúde.

Como evitar então este tipo de poluição? Evitar locais muito ruidosos ou ouvir música num volume mais baixo são apenas dois exemplos simples, que facilmente pode passar a praticar no seu dia-a-dia. Mas há mais algumas medias simples de adoptar no dia-a-dia, conheça-as neste vídeo do Minuto Verde, da Quercus.

O Minuto Verde é uma rubrica produzida pela Quercus e emitida aos dias úteis na RTP.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php