Balestrino, a vila-fantasma mais conhecida de Itália

Balestrino, a vila-fantasma

Há mais de seis décadas que a vila de Balestrino, na Ligúria, foi abandonada pelos seus habitantes, provavelmente devido à sua instabilidade sísmica. Desde então, porém, multiplicaram-se as lendas e mitos que a dão como assombrada.

A vila era habitada desde o século XII, tendo servido como base do convento beneditino de San Pietro dei Monti. Nos séculos seguintes, cerca de 800 habitantes ocupavam as várias casas da vila mas, a partir do século XIX, muitos destes seguiram para outros locais, sobretudo devido ao sismo de 6.7 na escala de Richter, ocorrido em 1887 e que causou danos graves nas infra-estruturas do ajuntamento.

O golpe final de Balestrino deu-se em 1953, quando a restante população se instalou a 1.500 metros do centro histórico, numa outra vila também denominada Balestrino.

Hoje, as ruínas de Balestrino são uma atracção para os turistas, sendo mesmo considerado o local abandonado mais famoso de Itália, fama alimentada pelos mitos urbanos do sobrenatural.

Há pouco tempo um drone sobrevoou o local e filmou alguns dos locais há muito abandonados. Algumas das estruturas mantêm-se intactas – outras, porém, já começaram a ruir.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php