Eficiência energética na cozinha: como escolher um exaustor?

eficiência energética

Se está a pensar comprar um exaustor para a sua cozinha, saiba que encontrar no mercado um modelo eficiente em termos energéticos já não é um bicho de setes cabeças. Tudo graças às regras comunitárias em vigor, que vieram aumentar o nível de exigência para estes equipamentos, não só no que diz respeito ao consumo de energia como ao seu desempenho.

A nova etiqueta energética informa-nos sobre a classe de eficiência energética do exaustor – que numa primeira fase pode variar entre a classe A e G –, bem como nos fornece informação sobre outros parâmetros importantes deste equipamento, como a eficiência do ventilador, do filtro, da lâmpada e também do nível de ruído.

Após a compra informada deste electrodoméstico, também em nossas casas há alguns cuidados que podemos ter para potenciar ao máximo a eficiência energética deste equipamento. Assim sempre que possível, devemos assegurar a ventilação natural da cozinha e dar primazia à utilização do exaustor em velocidades baixas. Fazer a devida manutenção do equipamento, com limpezas regulares aos filtros do exaustor, fará toda a diferença nos consumos energéticos, e como consequência no montante a pagar ao fim do mês.

O Minuto Verde é uma rubrica produzida pela Quercus e emitida aos dias úteis na RTP.

Foto: via Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php