Moscovo: as estações de metro que parecem palácios

As estações-palácio de Moscovo

A Rússia tem algumas das mais interessantes obras arquitectónicas do mundo, mas seria improvável que elas chegassem à rede de metropolitano. Nada mais falso: escondidos debaixo da capital russa estão alguns dos mais belos tesouros arquitectónicos da cidade, plataforma atrás plataforma, estação atrás de estação.

O sistema de metropolitano de Moscovo começou a ser construído em 1935 e, numa altura em que o dinheiro para obras públicas jorrava sem parar, os governantes decidiram-se pelo mármore para equipar as estações.

Hoje, muitos dos cenários mantêm-se e, para além do mármore, podemos apreciar as belas colunas e candeeiros, entre outros cenários dignos de palácio, como pode ver por estas fotografais do canadiano David Burdeny.

O metro de Moscovo transporta cerca de nove milhões de passageiros por ano e tem planos para se expandir até 2020, ano em que será o quarto maior sistema de metropolitano do mundo. Com este cenário, não nos admirávamos se os habitantes de Moscovo – utilizadores do metro – acordassem todos os dias com um sorriso nos lábios. Com frio, mas felizes.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php