Torba, ilhas do Pacífico Sul: aqui comida de plástico não entra

Vanuatu

A província de Torba, em Vanuatu, está a declarar guerra à comida de plástico para evitar possíveis problemas de saúde no futuro. Para alcançar esse objectivo os responsáveis desta província nas ilhas do Pacífico Sul estão a dizer um não redondo à comida de plástico vinda do exterior, e a dar um efusivo sim aos produtos produzidos localmente e de forma biológica.

Para Luc Dini, líder da comunidade e director do Conselho de Turismo local, a medida é uma forma da comunidade deste local paradisíaco evitar a todo o custo “desenvolver as doenças que vêm com uma dieta de comida de plástico ocidental”. Os moradores destas ilhas gozam de uma saúde de ferro e as entidades responsáveis estão determinadas a que continue assim por longos anos.

Como garantir então que a comunidade tem acesso aos alimentos necessários? Em Torba, a agricultura de subsistência é prática comum entre os moradores da ilha, que plantam de forma totalmente biológica legumes e frutas, como inhames, papaias e ananás. Vindos de fora da ilha apenas entram produtos que os agricultores não conseguem produzir lá, caso do arroz, peixe enlatado, doces e bolachas.

Mas não se pense que esta é uma medida para ser posta em prática apenas no recato do lar de cada morador. Nada disso, a ideia é muito mais abrangente e tem potencial para se tornar uma espécie de movimento contra a comida pouco saudável. Assim, também nos resorts turísticos locais os chefes passarão a preparar refeições usando única e exclusivamente alimentos biológicos e de produção local.

“Se quer viver realmente num paraíso só seu, então deve desenrascar-se com o que tem e tentar viver com a natureza”, declarou Luc Din que, até 2020, quer transformar Torba na primeira província de agricultura 100% biológica de Vanuatu.

Foto: Vanuatutravel.info

 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php