As paisagens surreais de uma Espanha apocalíptica

A Espanha desigual

Há uns anos, o fotógrafo norte-americano David Maisel estava a sobrevoar a região de La Mancha, Espanha, quando teve uma visão bizarra: um campo de batalha cinzento e irregular. “Era como se um tipo num tractor tivesse bebido demasiado ao almoço”, revelou ao City Lab.

Estávamos em 2013 e Maisel, que tinha vindo a solo espanhol fotografar nos arredores de Madrid e Toledo, teve a ideia de fotografar as paisagens aéreas irregulares e surreais de Espanha. Então, ele alugou um helicóptero para recuperar estas paisagens para a sua máquina fotográfica.

“Comecei por fotografar uma enorme complexo urbano que, depois da crise económica de 2007, foi posto em stand-by e começou a ser comido pela terra”, revelou. “Podemos ver o início das estradas e os desenhos do empreendimento, mas parece um local arqueológico, é como olhar para uma civilização antiga”.

Maisel chama a estas cenas “sublime apocalíptico”, uma imagem que une a beleza e o terror. “São retractos da sociedade, imagens de quem somos”, concluiu.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php