O monte isolado

Conhecido pelos seus mais de 20 mosteiros e pelos monges, o monte Athos é uma montanha e península grega, património mundial da UNESCO que é, paralelamente, uma entidade política autónoma da própria República Helénica – Grécia -, sendo liderada pela Igreja Ortodoxa Grega.

Com o nome oficial de Estado Monástico Autónomo da Montanha Sagrada, o monte não é abrangido pela convenção de livre circulação de pessoas da União Europeia – o chamado Espaço Schengen – algo que foi negociado pela Grécia aquando da sua adesão à então Comunidade Económica Europeia (CEE).

A sua faceta religiosa e esta particularidade geopolítica levam a que as mulheres, crianças e até animais do sexo feminino não possam entrar neste território.

O monte tem mais de 2.000 monges, que vivem um estilo de vida milenar e isolado – passam oito horas por dia na Igreja, ajudam os seus habitantes religiosos a centrarem-se na religião, lêem os seus livros raros, documentos antigos e fazem a sua arte. Veja algumas das fotos do local

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta