Bandeira Azul: 320 praias portuguesas com selo de qualidade máxima

320 praias portuguesas terão este ano a Bandeira Azul hasteada nas suas areias. É um número superior ao de 2016, já que este ano 6 novas praias ganham a bandeira que atesta a qualidade do local. Também 14 marinas e 5 eco-embarcações turísticas irão receber a tão desejada bandeira.

É no Algarve que se concentra a maior parte das praias com Bandeira Azul, com 88 praias a merecerem esta distinção. Segue-se o Norte do país com 70 bandeiras azuis (mais uma do que em 2016); o Centro irá receber 36 (mais 4 do que em 2016); a região do Tejo terá 48 (perdeu 4) e o Alentejo contará com 31 (um aumento de 4 em relação a 2016). Quanto aos Açores haverá 34 Bandeiras Azuis espetadas na areia da ilha e na Madeira 13, mais uma bandeira que no ano anterior.

Recebem pela primeira vez a Bandeira Azul as praias de Secarias, Sr.ª da Graça, Bico, Vimieiro e Lapa dos Dinheiros, na zona Centro, de Agroal e Porto Novo na região do Tejo, a praia de Monsaraz, Malhão, Alteirinhos e Santa Clara no Alentejo e as de Castelo Branco, Portinho do Faial da Terra e Poço dos Frades nos Açores.

Mas há também praias que perdem esta distinção, caso das praias de Louçainha, no Centro, Avencas, Carcavelos, Guincho, Moitas, Parede, São Pedro do Estoril e Tamariz, no concelho de Cascais, no Tejo, Pintadinho, no Algarve, Almoxarife, Cais do Pico, Silveira e Furna de Santo António, nos Açores.

A nível internacional, Portugal conta com 55% das suas praias galardoadas, aparecendo em sexto lugar na lista dos países que mais galardões receberam.

Critérios como a qualidade da água, a gestão ambiental e equipamentos, informação e educação ambiental, segurança e serviços servem como base para a análise das praias de norte a sul do país.

Foto: via Creative Commons

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php