Mais água para as barragens do Tejo, anuncia ministro do Ambiente

barragem

João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente, anunciou hoje a criação de caudais mínimos para as barragens de Fratel e Belver, no Rio Tejo. A partir de Junho estas infra-estruturas poderão contar com caudais mais elevados, para assim permitir mais água neste rio na época estival.

Em declarações à agência Lusa, o ministro do Ambiente declarou que a existência de caudais mínimos diários nestas duas barragens em pleno Rio Tejo, entrará em funcionamento no próximo mês de Junho.

Segundo o ministro que tutela a pasta do ambiente, esta medida irá permitir uma maior quantidade de água no Rio Tejo durante a época estival, com várias consequências ambientais positivas para a região.

Novidades dadas a conhecer à margem da cerimónia de assinatura do protocolo do projecto piloto de gestão colaborativa do Parque Natural do Tejo Internacional (PNTI), que decorreu em Vila Velha de Ródão, no distrito de Castelo Branco. O novo projecto da tutela passa pela aposta numa gestão de proximidade, já que “quem melhor gere melhor o território são aqueles que lhe estão mais próximos”, declarou João Pedro Matos Fernandes.

Para o ministro a medida anunciada permitirá ir mais além da conservação da natureza, com uma clara valorização dos recursos naturais e mais qualidade de vida para as comunidades que vivem nestes locais. “Sabemos também que estamos num território de grande sensibilidade e, por isso, é bom testar. Durante este ano vamos fazer este teste de gestão colaborativa que não tem só uma função de conservação de natureza. Tem também uma função de valorização do território”, concluiu.

Foto: via Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php