Os imensos perigos para conseguir a fotografia animal perfeita

A coragem de Shannon

A sul-africana Shannon Benson já andou de mãos dados com a tromba de um elefante, foi lambida por um leopardo, atacada por uma chita e mordida por cães, cobras e lagartos.

Esta fotógrafa de vida selvagem, passou os últimos anos a tentar obter as melhores fotografias de animais, tendo ficado muitas vezes frente-a-frente com alguns deles. “Sou tão apaixonada por animais que quero ter o maior número possível de fotos deles. Tenho muitas cicatrizes e histórias para contar dos longos anos em que trabalhei com a vida selvagem. Alguns animais foram longe demais”, explicou.  Ainda assim, garante Shannon, continua apaixonada pela sua profissão e estes riscos não a desencorajam.

“Olha para isto de uma forma muito simples: não deveríamos ser um chef se nunca nos queremos queimar com comida a ferver; com a fotografia de vida selvagem acontece o mesmo”, continuou Shannon, que ainda assim garante ter-se mantido sempre calma nas situações mais complicadas. Mesmo quando esteve perto de um leão.

Fotos: Shannon Benson

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php