Juniper, a casa invisível

Por vezes, para camuflar casas isoladas com a paisagem envolvente, os arquitectos usam fachadas espelhadas, telhados verdes ou materiais recolhidos localmente. O atelier sueco Murman Arkitekter seguiu outro caminho: envolveu a habitação num vinil impresso em forma de vegetação.

Situada numa clareira de Gotland, maior ilha da Suécia, a casa Juniper conseguiu ser aprovada pelas autoridades locais, cujo objectivo é não deixar que a arquitectura moderna coloque em causa a paisagem que a rodeia. E alcançou-o de uma forma inovadora.

Com 50 metros quadrados, a casa é feita de madeira angariada localmente e revestida de vinil impresso a partir de fotografias das árvores envolventes. Esta ideia inovadora serve não só para camuflar a casa e integrá-la na paisagem, mas também para filtrar a luz e garantir alguma privacidade ao seu interior.

Na verdade, a fachada falsa está colocada a apenas 38 centímetros do exterior em madeira da casa, tendo sido fixada por uma série de hastes de aço. “A casa é quase invisível, uma espécie de espelho daquilo que a rodeia”, explicaram os arquitectos. Lá dentro, os espaços são abertos, luminosos e modernos. Mas é no exterior que a casa Juniper ganha pontos na construção sustentável.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta