A Nureyev dos mares

O fotógrafo subaquático francês Gabriel Barathieu passou 25 minutos da sua vida com uma baleia-jubarte, na costa das ilhas Reunião, no Oceano Índico, e o resultado final pode ser apreciado na sequência de imagens que partilhamos na nossa galeria.

Gabriel teve de descer quase 25 metros para poder encontrar este gigantesco mamífero marinho que, ainda assim, parece deslizar com graciosidade pela água, o que seria completamente improvável se não estivéssemos a falar de mais uma obra de arte da natureza. Uma verdadeira

Para ter uma noção do tamanho das baleias-jubartes, fique com este dado: cada uma pesa mais do que três autocarros londrinos – sim, daqueles de dois andares.

As baleias-jubartes podem migrar até 25.000 quilómetros de distância por ano e apenas se alimentam no Verão – uma deita muito ligeira, na verdade: krill e pequenos peixes. O número de baleias no mundo decresceu 90% até 1960. No entanto, depois de um excelente trabalho de conservação iniciado nessa década, o número estabilizou nas 80.000 em todo o mundo.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta