tucano-de-bico-verde

Se ao caminhar pela natureza ouvir lá ao longe o barulho feito por uma tartaruga gigante das Seychelles consegue identificar o som? E o de um flamingo? De um tucano-de-bico-verde? Muito provavelmente a sua resposta é não. Para resolver este problema já está disponível online o maior acervo de sons de animais jamais criado.

Desenvolvida por investigadores da Cornell University ao longo de mais de uma década, esta imensa biblioteca de sons do mundo animal disponível no mundo digital contém mais de 200 mil arquivos de som, 56 mil vídeos e perto de três milhões de fotografias a identificar cerca de dez mil espécies.

Um trabalho que manteve uma dedicada equipa de cientistas ocupada com este projecto ao longe de doze anos. A iniciativa partilha alguns sons inéditos das mais variadas espécies, mas recupera igualmente cerca de 300 sons de pássaros gravados em 1929 por Linda e William Macaulay, grandes colaboradores do acervo da biblioteca Biblioteca Macaulay, importante parceira neste projecto de partilha de conhecimento do mundo animal.

No site da biblioteca encontrará sons inéditos capazes de despertar a sua curiosidade ao máximo, bem como descobrir detalhes curiosos sobre as espécies catalogadas, ou ainda saber em que contexto determinado som foi gravado. E tudo isto à distância de um clique aqui, de forma totalmente gratuita.

Foto: via Creative Commons 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta