A casa que respeita a Natureza

Quando o seu cliente pediu uma casa para seis pessoas, para fins-de-semana ou férias, num cenário de natureza perto de Santiago, no Chile, o estúdio de arquitectura GITC pensou primeiro em garantir a condição especial que o futuro proprietário pôs em cima da mesa: a casa não deveria interferir com a beleza natural da área.

Assim, os arquitectos chilenos transferiram para a Casa El Maqui a integração total no espaço ambiente, ao ponto de o edifício contribuir para a restaurar a flora e fauna local. A casa acomoda seis pessoas num ambiente luxuoso na reserva natural de El Macs Brook e utiliza a ventilação natural e jardins inundados para que a evaporação ajude a reduzir a temperatura da casa durante os Verões quentes.

“Para não interferirmos com as florestas ricas e os ecossistemas, procurarmos uma colina já danificada e sem vegetação para construirmos lá a casa”, explicaram os arquitectos. “O projecto deverá reabilitar a área”.

Os arquitectos utilizaram cimento reforçado e madeira na construção da casa. Lá fora, uma piscina e jardim inundado foram criados, também, para aumentar o espaço e arrefecer a brisa junto à água.

Os quartos foram orientados para a vista da montanha, num pavilhão suspenso, e as áreas comuns dão para o quintal. Os interiores têm muita luz e são acolhedores, com paredes irregulares e o quente da madeira e pedra. Finalmente, a casa foi posicionada para aproveitar as correntes de ar, no sentido de facilitar o arrefecimento da casa.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta