Fezes de insectos são a matéria-prima perfeita para estas peças de roupa

Mais uma vez, a conhecida marca de vestuário desportivo Patagonia volta a inovar. Desta vez a novidade está nos materiais usados na sua mais recente colecção, Clean Color, feita com algumas matérias-primas completamente “fora da caixa”, como é o caso das fezes de insectos. Sim, leu bem, a marca usa fezes de insectos para produzir elegantes peças de roupa.

Empenhada na defesa de uma economia sustentável, onde os valores da moda não se sobrepõem à importância da Natureza, a Patagónia consegue com esta inovação surpreender tudo e todos!

Mas como é que de fezes de insectos se passa para peças de roupa a usar no dia-a-dia agitado?  O segredo está na substituição de corantes químicos e tóxicos, altamente prejudiciais ao meio ambiente, por alternativas mais sustentáveis. Entre as substâncias naturais que podem desempenhar o mesmo papel- provocando apenas uma ínfima parte do prejuízo ambiental- encontramos as fezes de besouros e bichos da seda, ou restos de comida como cascas de laranja.

Ao reaproveitar substancias naturais, já existentes na natureza, a marca reduz drasticamente a quantidade de água e energia necessária para a produção/transformação da matérias-primas a usar, conseguindo assim que a quantidade de CO2 do processo de produção baixe para níveis muito mais baixos.

“A indústria têxtil é uma das mais intensas do mundo. Estima-se que quase 20% da poluição da água industrial vem de tingimento têxtil e tratamento”, disse o fundador da Patagonia, Yvon Chouinard.

Uma inovação que ainda pode levantar algumas dúvidas aos mais incrédulos, mas que acreditamos é um dos possíveis caminhos a seguir por uma das industrias mais poluidoras do mundo.

Foto: Patagonia online store

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php